O que é depressão?

Existem vários tipos de depressão que são classificados, por um profissional da saúde mental, a partir dos sintomas, intensidade e tempo que a pessoa experiência. A depressão por ser causada por um fator externo, como demissão, doença, morte, etc. e/ou por fator interno, como baixa autoestima, pensamentos negativos, sensação de incapacidade, etc.
Normalmente a pessoa percebe que algo estranho está acontecendo, pois não tem mais vontade de fazer coisas que antes fazia, não tem mais prazer nas coisas que antes lhe davam prazer, percebe que o rendimento não é o mesmo e acaba somando a tudo isso o sentimento de culpa e pouca confiança na possibilidade de reverter à situação.
A pessoa pode perder o interesse, a vivacidade e se alguém a forçar a fazer alguma coisa, ela até vai, vai meio que arrastada, no final até gosta, até percebe que valeu a pena, mas não foi o suficiente para deixá-la animada a fazer de novo.
O modo de pensar do deprimido costuma ser negativo e pode desenvolver uma imagem muito severa de si mesmo, do mundo e do futuro. O futuro pode ser visto sem esperança. Qualquer pequeno obstáculo poderá ser percebido como intransponível. Pessimismo que pode ver as causas dos seus problemas como permanentes e pessoais, ou seja, nada vai melhorar, nunca, e ele é o responsável pela sua vida ser assim.
A busca da perfeição faz a pessoa perder um bom tempo em detalhes que não vão mudar em nada o resultado final. A busca em ser a pessoa perfeita que não erra nunca. Luta para que tudo o que ela diz ou faz seja considerado muito interessante e importante por todo mundo. Com esse objetivo irreal o resultado poderá ser o fechamento para o mundo.
O depressivo pode ser passivo, indeciso e muitas vezes com tendências suicidas. A morte pode ser um pensamento de opção de saída desse sofrimento. Muitas vezes a pessoa só faz as coisas que são rotineiras, não inovam, não tentam nada diferente, e desiste de continuar tentando com facilidade.
Pode haver sintomas físicos, que podem ficar mais intensa quanto mais severa for à depressão. Por exemplo, alteração no apetite (não come ou come muito), falta de libido, alteração no sono (insônia ou muito sono), falta de energia, etc.
 

Principais sintomas da depressão

  • Alterações do apetite e do sono
  • Sentimento de pesar ou fracasso
  • Dificuldade de tomar decisões
  • Irritabilidade ou impaciência
  • Achar que não vale a pena viver
  • Chorar à-toa
  • Dificuldade de concentração
  • Perda de energia e interesse
  • Sensação de que nunca vai melhorar
  • Dificuldade de terminar as tarefas
  • Sentimento de pena de si mesmo
  • Pensamentos negativos e de culpa injustificáveis
  • Perda do desejo sexual
  • A memória da pessoa depressiva pode ser afetada, pode tender a
    lembrar com mais intensidade dos eventos negativos, dos problemas não resolvidos.
 

Tratamento para depressão

A psicoterapia pode mudar o padrão de pensamento depressivo, pensamentos de fracasso, derrota, perda, desamparo. Por exemplo, a pessoa pode aprender a tornar conscientes os seus pensamentos, a questionar os pensamentos disfuncionais e assim tem material para mudar as crenças que estão causando esses pensamentos negativos. A terapia trabalha no sentido de tentar corrigir quatro grupos principais: pensamento, sentimento, comportamento e condição física. Em alguns casos é extremamente importante o soma da medicação ao tratamento psicoterapêutico.
A terapia também atua na prevenção da depressão, o autoconhecimento e mudança de padrões negativos e repetitivos auxiliam na melhora da qualidade de vida da pessoa e consequentemente na satisfação pela vida.
  • Instagram
  • Facebook Social Icon

Horário de funcionamento:

Segunda - Sexta              07:00 - 22:00
Sábado                              08:00 - 19:00
Domingo                          Fechado

 

Endereço:

Rua Senador Milton Campos, 126

Santo Amaro - zona sul de SP - São Paulo

 

Contato: 3477-3375   -   98193-8024 (WhatsApp)